Avaliando cotas russas, trigo cai quase 3% em Chicago

193


     Porto Alegre 14 de dezembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o trigo encerrou com preços em forte baixa. O mercado teme um aumento consistente da oferta de trigo russo no mercado no curto prazo, antecipando às medidas de restrição às vendas que serão adotadas por aquele país. As fracas inspeções de exportação dos Estados Unidos completaram o cenário negativo.

     As inspeções de exportação norte-americana de trigo chegaram a 261.164 toneladas na semana encerrada no dia 10 de dezembro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). O número ficou abaixo das estimativas do mercado de 510 mil toneladas.

     Na semana anterior, as inspeções de exportação de trigo haviam atingido 536.881 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado fora de 512.778 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de junho, as inspeções somam 13.733.327 toneladas, contra 13.567.944 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.

     No fechamento de hoje, os contratos com entrega em março de 2021 eram cotados a US$ 5,96 1/2 por bushel, perda de 18,00 centavos de dólar, ou 2,92%, em relação ao fechamento anterior. Os contratos com entrega em maio de 2021 eram negociados a US$ 5,98 1/2, baixa de 15,50 centavos de dólar, ou 2,52%, em relação ao fechamento anterior.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA