Geadas centram atenções e preços do milho sobem no Brasil

137

     Porto Alegre, 20 de julho de 2021 – Os preços do milho deverão seguir firmes nas principais praças do país nesta terça. As preocupações com novos prejuízos em decorrências das geadas afastam os negociadores e sustentam os referenciais. Chicago sobe bem e o dólar recua neste momento.

      O mercado manteve preços firmes nesta segunda-feira. O mercado seguiu muito sustentado pelas notícias de novas geadas afetando mais o lado da safrinha paulista. Isso prejudica ainda mais a produção e a oferta mais curta garante suporte aos avanços nos valores do milho.

     No Porto de Santos, o preço ficou na faixa de R$ 82,00 a R$ 97,00 a saca (CIF). Já no Porto de Paranaguá, cotação entre R$ 77,00/98,00.

     No Paraná, a cotação ficou em R$ 99,00/101,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 98,00/101,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 101,00/103,00 a saca.

     No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 98,00/100,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 96,00/98,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 87,00/R$ 90,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 85,00/88,00 a saca em Rondonópolis.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em dezembro têm alta de 2,48% a US$ 5,66 por bushel.

* O cereal busca suporte no clima adverso em partes do cinturão produtor norte-americano. As condições das lavouras do país vieram abaixo do esperado, o que também influencia positivamente.

* Segundo o USDA, até 18 de julho, 65% estavam entre boas e excelentes condições – o mercado esperava 66% -, 26% em situação regular e 9% em condições entre ruins e muito ruins. Na semana anterior, os números eram de 65%, 27% e 8%, respectivamente.

CÂMBIO

*O dólar comercial registra baixa de 0,26% a R$ 5,236. O Dollar Index registra ganho de 0,07% a 92,96 pontos.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram em baixa. Xangai, -0,07%. Tóquio, -0,96%.

* As principais bolsas na Europa registram índices mais altos. Paris, +0,77%. Londres, +0,55%.

* O petróleo opera em alta. Agosto do WTI em NY: US$ 66,54 o barril (+0,18%).

AGENDA

– Dados sobre as lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

—–Quarta-feira (21/07)

– Japão: A balança comercial de junho será publicada na noite anterior pelo Ministério de Finanças.

– Japão: A ata da reunião de política monetária de junho será publicada na noite anterior pelo Banco do Japão.

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

—–Quinta-feira (22/07)

– Japão: O mercado de ações do país permanece fechado em razão de um feriado.

– Eurozona: A decisão de política monetária será publicada às 8h45 pelo Banco Central Europeu (BCE).

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

– Dados de produção e vendas da Petrobras no segundo trimestre, após o fechamento do mercado.

—–Sexta-feira (23/07)

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor – 15 (IPCA 15) referentes a julho.

– Atualização da evolução das lavouras argentinas e relatório mensal – Ministério da Agricultura, na parte da manhã.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA