Açúcar volta a subir em NY, mas perdas do petróleo atenuam alta

523

    Porto Alegre, 04 de janeiro de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico com cotações em alta, marcando a nona alta consecutiva.

     O mercado disparou no primeiro pregão do ano, rompendo importantes resistências gráficas, acionando os chamados “stops”, ou compras automáticas de fundos e especuladores, e chegou a operar acima da linha de 16 centavos de dólar por libra durante as intradiárias.

    Conforme operadores ouvidos pela Bloomberg, os futuros do açúcar têm sido puxados do lado fundamental por reportes de crescimento nas importações de importantes compradores, como a China e a Indonésia, além de “adversidades climáticas que podem impactar a produção em importantes players em 2021, tal como o Brasil e a Tailândia, dois dos maiores exportadores mundiais de açúcar”. No entanto, as perdas do petróleo e ainda novos dados de produção de açúcar da Índia acabaram amenizando os ganhos do mercado.

    Os contratos com entrega em março/2021 encerraram o dia a 15,76 centavos de dólar por libra-peso, alta de 0,27 centavo (+1,74%) em relação ao fechamento anterior. A posição maio/2021 fechou cotada a 14,95 centavos, alta de 0,27 centavo (+1,83%).

      Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA