Algodão cai mais de 1% em NY e março encerra abaixo de 80 cts lb

231

     Porto Alegre, 28 de janeiro de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços em baixa. Boa parte da pressão sobre os contratos foi exercida por fatores técnicos, com os agentes realizando os lucros obtidos recentemente e buscando posicionar suas carteiras frente à virada do mês.

     Mas o mercado também foi impactado negativamente pelo desempenho ruim do petróleo e dos grãos na Bolsa de Mercadorias de Chicago. As exportações semanais americanas foram consistentes, mas não evitaram a pressão sobre as cotações.

     As vendas líquidas norte-americanas de algodão (upland), referentes à temporada 2020/21, iniciada em 1o de agosto, ficaram em 322.700 fardos na semana encerrada em 21 de janeiro. Representa um avanço de 10% frente à semana anterior e uma elevação de 22% sobre a média das últimas quatro semanas. O maior importador foi a Turquia, com 65.900 fardos. Para a temporada 2021/21, foram mais 53,6 mil toneladas.

     Os contratos com entrega em março fecharam a 79,93 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 0,91 centavo, ou de 1,12%. Maio/2021 fechou a 81,13 centavos, com perda de 0,86 centavo, ou de 1,04%.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA