Algodão sobe em NY com recuperação técnica após tombo da quarta-feira

174

     Porto Alegre, 01 de julho de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE  Futures US) para o algodão fechou com preços acentuadamente mais altos nesta quinta-feira.

     Após cair mais de 3% no contrato dezembro na quarta-feira, após o relatório trimestral de área plantada e estoques trimestrais (posição 01 de junho) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o algodão reagiu nesta quinta-feira. Os ganhos estiveram associados a uma recuperação técnica, com cobertura de posições, e com o mercado também avaliando o desempenho das exportações semanais americanas.

     As vendas líquidas norte-americanas de algodão (upland), referentes à temporada 2020/21, iniciada em 1o de agosto, ficaram em 42.600 fardos na semana encerrada em 24 de junho. Representa um recuo de 43% frente à semana anterior e uma retração de 64% sobre a média das últimas quatro semanas. O maior importador foi o Vietnã, com 10.500 fardos. Para a temporada 2021/22, foram mais 133,9 mil toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     Os contratos com entrega em julho/2021 fecharam no dia a 85,01 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 0,98 centavo, ou de 1,2%. Dezembro/2021 fechou a 85,90 centavos, com elevação de 1,00 centavo, ou de 1,2%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA