Algodão sobe em NY na expectativa por corte pelo USDA na safra e estoques EUA

341

     Porto Alegre, 09 de dezembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços mais altos nesta quarta-feira.

     Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Élcio Bento, as cotações subiram na expectativa para o relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) de oferta e demanda de dezembro, que será divulgado nesta quinta-feira, dia 10. A expectativa é que o relatório corte os dados de produção e estoques norte-americanos, com incremento nos números de exportação.

     Bento destaca que a estimativa média para a produção dos EUA é de 3,645 milhões de toneladas (t), abaixo dos 3,721 milhões de t do relatório de novembro. Os estoques finais devem chegar a cerca de 1,5 milhão de t, contra 1,568 milhões de t de novembro.

     O relatório deve revisar as exportações do país para cima na temporada 2020/21. A expectativa é da OCBC e foi divulgada pela Dow Jones. As exportações deverão ficar entre 16 e 17,5 milhões de fardos em 2020/21, ante 14,6 milhões do mês passado.

     Os contratos com entrega em março/2021 fecharam no dia a 73,05 centavos de dólar por libra-peso, alta de 1,07 centavo, ou de 1,5%. Maio/2021 fechou a 73,89 centavos, com elevação de 1,04 centavo, ou de 1,4%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA