Alta de Chicago deve sustentar preços internos da soja

133

     Porto Alegre, 23 de fevereiro de 2021 – O destaque no início desta terça no mercado de soja é a boa valorização dos contratos futuros em Chicago, com as primeiras posições acima de US$ 14 por bushel. O dólar opera em leve baixa, após a boa valorização de ontem. Os prêmios também reagiram. Perspectiva é de manutenção de preços firmes no Brasil, principalmente para  a safra nova.

     O ritmo dos negócios deve permanecer moderado. Os produtores centram suas atenções nas lavouras, aproveitando qualquer brecha para evoluir nos trabalhos de colheita, que seguem bem atrasados.

     O mercado abriu a semana com preços regionalizados, mas com destaque para a firmeza nas cotações da safra nova. A alta do dólar e de Chicago assegurou a firmeza em algumas regiões.

     As negociações foram moderadas, mas melhoraram, envolvendo cerca de 50 mil toneladas. O produtor segue atento à evolução da colheita. Ainda há excesso de umidade e atraso, mas houve avanços localizados, principalmente em Minas Gerais.

     Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 163,00 para R$ 164,00. Na região das Missões, a cotação aumentou de R$ 162,00 para R$ 163,00. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 164,00 para R$ 165,00.

     Em Cascavel, no Paraná, o preço baixou de R$ 157,00 para R$ 156,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca seguiu em R$ 164,00.

     Em Rondonópolis (MT), a saca subiu de R$ 153,00 para R$ 157,50. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 153,00 para R$ 150,00. Em Rio Verde (GO), a saca subiu de R$ 151,00 para R$ 152,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em maio operam com alta de 1,26%, cotados a US$ 14,05 1/4 por bushel.

* A oleaginosa sobe pela terceira sessão seguida, sustentada pela previsão de estoques apertados nos Estados Unidos.

* O ritmo lento da colheita no Brasil completa o cenário favorável aos

preços.

PREMIOS

* O prêmio em Paranaguá para março ficou em 0 a 20 pontos acima de Chicago.

Para abril/maio, o prêmio é de 12 a 20 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra desvalorização de 0,12% a R$ 5,445.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram mistas. Xangai, -0,17%. Tóquio, feriado.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,21%; e Londres, -0,33%.

* O petróleo opera em alta. Abril do WTI em NY: US$ 62,16 o barril (+0,72%).

* O Dollar Index registra alta de 0,13%, a 90,12 pontos.

AGENDA

– Dados sobre as lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

—–Quarta-feira (24/02)

– Alemanha: A leitura revisada do Produto Interno Bruto (PIB) de quarto trimestre de 2020 será publicada às 4h pelo Destatis.

– IPCA-15 de fevereiro – IBGE, 9hs.

– A posição dos estoques de petróleo dos EUA até sexta-feira da semana passada será publicada às 12h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

– Resultado financeiro da Petrobras.

—–Quinta-feira (25/02)

– IGP-M de fevereiro – FGV, às 8hs.

– Produção global de grãos – CIG, na parte da manhã.

– EUA: A segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre de 2020 será publicada às 10h30 pelo Departamento do Comércio.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

– Resultado financeiro da BRF e do Minerva.

—–Sexta-feira (26/02)

– Japão: A leitura preliminar da produção industrial de janeiro será publicada na noite anterior pelo Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad contínua), que traz a taxa de desocupação referente a dezembro.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Evolução da colheita de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA