Analistas esperam menores estoques globais e dos EUA de trigo em 20/21 e 21/22

169

     Porto Alegre, 12 de julho de 2021 – O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) divulga nesta segunda-feira, às 13h, seu relatório mensal de oferta e demanda para o trigo nas safras 2021/22 e 20/21, relativos a produção e estoques dos Estados Unidos e do mundo.

Estoques dos EUA

     Segundo analistas consultados por agências internacionais, os estoques finais dos Estados Unidos em 2020/21 devem ser indicados em 845 milhões de bushels – contra 852 milhões em junho. As estimativas variaram de 843 milhões a 952 milhões de bushels.

    Para 2021/22, o mercado espera 711 milhões de bushels. A estimativa

mínima é de 573 e a máxima, 809 milhões de bushels. Em junho, o USDA indicou 770 milhões de bushels.

Reservas mundiais

     Os estoques globais ao final de 2020/21 são estimados em 293,5 milhões de toneladas, mesmo volume estimado em junho. O volume mínimo estimado foi de 292,8 e o máximo, 295 milhões de toneladas. Em 2019/20, foram 300,3 milhões

de toneladas.

    Para 2021/22, o mercado espera a indicação dos estoques finais em 295,8 milhões de toneladas. Em junho, foram 296,8 milhões de toneladas. A projeção varia de 292 a 300 milhões de toneladas, conforme analistas.

     Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA