Após 9 meses, saca gaúcha de arroz volta a trabalhar em R$ 80,00

117

     Porto Alegre, 28 de maio de 2021 – Ao final de maio, a saca gaúcha de arroz em casca voltou a trabalhar por volta de R$ 80,00, após nove meses acima deste patamar. Na média do Rio Grande do Sul, a saca de 50 quilos encerrou o dia 27 cotada a R$ 80,10, queda de 3,32% em relação a semana passada, tendo agora um recuo de 7,88% frente ao mesmo período do mês anterior. Mas ainda há alta de 27,19% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

     Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana, o recuo visto nos preços domésticos já era esperado, com compradores retraídos durante o início da temporada, à espera de maior liquidez no mercado para entrar. “Por outro lado, o recuo das cotações domésticas volta a abrir espaço para a exportação do cereal gaúcho”, pondera.

     Com o recuo do dólar frente ao real nas últimas semanas e a saca gaúcha ainda muito elevada até o final do mês de abril, o cereal enfrentava a perda de competitividade no mercado internacional. “O cenário que temos em mãos hoje é de manutenção das quedas de preços até o final do primeiro semestre, ainda não demonstrando piso para as cotações”, afirma. “Porém, sabemos que nesta temporada a saca não deve voltar a trabalhar em patamares vistos antes de 2020”, adverte.

     Com o enfraquecimento do dólar frente ao real nas últimas semanas, a exportação brasileira acaba perdendo força. “Os preços do arroz brasileiro perderam competitividade e as vendas são menores neste início de temporada”, lembra Viana.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA