Após nova alta do etanol, gasolina passa a ser mais competitiva em todos os estados – ANP

147

  Porto Alegre, 24 de maio de 2021 – O preço médio do etanol voltou a subir com força na última semana no varejo brasileiro. A gasolina também ficou mais cara, mas em menor proporção. Com isso, o etanol perdeu ainda mais competitividade e a gasolina está com preço mais vantajoso em todos os estados, mesmo naqueles que são grandes produtores do biocombustível.

    Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço do etanol ao consumidor ficou em R$ 4,362 o litro na semana de 16 a 22 de maio, com alta de 2,7% ante R$ 4,247 o litro na semana anterior (09 a 15 de maio).

   Na semana passada, o estado do Rio Grande do Sul teve o etanol mais caro do País: R$ 5,623 por litro. O preço máximo entre os estados brasileiros para o etanol foi verificado também no Rio Grande do Sul: R$ 6,494 o litro.

   Já em São Paulo, principal estado produtor de etanol do Brasil, o preço médio do biocombustível ficou em R$ 4,176 o litro, ante R$ 4,080 (+2,35%) o litro na última semana. No Mato Grosso, o etanol mais barato do país foi comercializado, a R$ 4,109 o litro, em média.

   Já o preço médio da gasolina comum no país ficou em R$ 5,641 o litro, ante R$ 5,559 o litro (alta de 1,5%).

   O preço do etanol equivaleu a 77,07% do preço da gasolina em São Paulo na última semana. No Mato Grosso, a relação de paridade está em 72,52%. Em Goiás, a paridade ficou em 75,06% e, em Minas Gerais, em 74,46%.

   Considera-se o etanol mais vantajoso que a gasolina quando a relação de paridade entre os preços está abaixo de 70%.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA