Brasil deve produzir até 14,5 milhões de toneladas de carne de frango em 2021 – ABPA

597

     Porto Alegre, 9 de dezembro de 2020 – A Associação Brasileira de Proteína Animal, (ABPA), estimou hoje que a produção brasileira de carne de frango poderá alcançar até 14,5 milhões de toneladas em 2021, número que superaria em 5,5% os números totais previstos para 2020.

     Para o presidente da ABPA, Ricardo Santin, a produção brasileira no próximo ano deve superar o crescimento previsto para outros importantes mercados, como China e Tailândia, de 3,3%, México, de 2,0%, União Europeia, de 1,9% e Estados Unidos, de 1%. “É importante destacar que o custo para a produção de carne de frango deverá continuar elevado no próximo ano, o que pode fazer com que haja a necessidade de repasses aos preços finais dos produtos”, pontua.

     As exportações deverão chegar a 4,35 milhões de toneladas, superando em até 3,6% o total que deverá ser exportado pelo Brasil em 2020. “A pressão asiática por carne de frango do Brasil deverá se manter em patamares elevados em 2021. Ao mesmo tempo, há expectativa de retomada por importadores relevantes, como é o caso das Filipinas. Também é esperada a renovação da cota de importação pelo México no próximo ano. O efeito “Olimpíadas” também deve favorecer as vendas para o Japão, país que é presença constante entre os três principais destinos de carne de frango”, sinaliza.

     No mercado interno, a disponibilidade do produto pode chegar a 10,1 milhões de toneladas, com um incremento previsto de 6,5% frente ao deste ano. Já o consumo per capita poderá chegar até 47 quilos, superando em 4,4% o volume esperado para 2020. “Ainda que haja incertezas sobre a continuidade do auxílio emergencial por parte do governo no próximo ano, é esperado um significativo impacto positivo decorrente da retomada econômica, com a superação dos efeitos da pandemia, a partir do início das vacinações”, completa.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA