BTG mantém classificação da Rumo após aquisição de 15% da Brado

107

     Porto Alegre, 13 de setembro de 2021 – O BTG Pactual manteve a classificação de compra das ações da Rumo após a controlada da Cosan adquirir 15,42% do capital social da Brado, por R$ 388 milhões, e encerrar o procedimento arbitral com os acionistas minoritários da empresa.

     “Acreditamos que a participação adicional na Brado deve dar à Rumo mais flexibilidade na gestão de seu negócio de contêineres, contribuindo ainda mais para a expansão dos contêineres movimentados pela Brado.

     Para os analistas, a Rumo pode se beneficiar do crescimento de exportações de grãos do Brasil e da expansão da capacidade ferroviária, não apenas no estado do Mato Grosso, mas também com o ramp-up da Malha Central.

    “Também estamos cada vez mais otimistas com as chances da Rumo estender sua malha de Rondonópolis (Sul de MT) a Lucas do Rio Verde (Norte de MT), o que vemos como um projeto de agregação de valor”, finalizaram. As informações são da Agência CMA.

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA