Café bate preços mais altos em 6 anos e meio em NY com geadas no Brasil

89

Porto Alegre, 21 de julho de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta quarta-feira com preços acentuadamente mais altos.

As cotações voltaram a disparar e atingiram os patamares mais elevados em 6 anos e meio (janeiro de 2015), com notícias confirmando cada vez mais prejuízos em lavouras de café do Brasil em muitas regiões com geadas na terça-feira, especialmente. As informações dão conta de geadas e danos para a safra de 2022 no Paraná, São Paulo, sul e cerrado de Minas Gerais. Ainda se avaliam as extensões dos prejuízos.

A valorização do petróleo e de outros mercados, com as bolsas subindo em dia de maior otimismo em relação à pandemia, e com a baixa do dólar contra o real, trouxe ainda mais estímulo ao movimento comprador e aos ganhos do arábica em NY. Assim, o mercado se aproxima da faixa de US$ 1,80 a libra-peso, o que não era visto desde o comecinho de 2015.

Os contratos com entrega em setembro/2021 fecharam o dia a 176,00 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 9,20 centavos, ou de 5,5%. A posição dezembro/2021 fechou a 178,90 centavos, elevação de 9,20 centavos, ou de 5,4%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA