CNA prevê recorde no Valor Bruto da Produção agropecuária em 2021

143

     Porto Alegre, 18 de fevereiro de 2021 – O Valor Bruto da Produção (VBP) agropecuária deve atingir receita recorde R$ 1,142 trilhão em 2021, um crescimento de 15,8% em relação ao ano passado, segundo estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), com base nos dados de janeiro.

     Para a agricultura, a CNA projeta uma alta de 19,0%, com faturamento bruto de R$ 759,25 bilhões. O resultado projetado para este ano é reflexo da boa expectativa da safra de grãos, que deve representar 51,4% na participação do VBP.

     Destaque também para o aumento dos preços reais, até janeiro, de produtos como soja (25,5%), o milho (23,6%), o arroz (8%) e o caroço de algodão (28,7%).

     Para a pecuária, a estimativa é de expansão de 9,8%, com receita de R$ 383,45 bilhões. O principal destaque é a carne bovina, com alta de 18% no faturamento, resultado da elevação de preços (10,4%) e de produção (6,9%).

     Aves e a pecuária de leite devem apresentar crescimento de aproximadamente 3%, enquanto a produção de suínos deve ter alta de 1,4%.

     De acordo com o Comunicado Técnico da Confederação, mesmo com a estimativa recorde de faturamento do setor agropecuário, a maioria dos agricultores não conseguiram comercializar sua produção com os preços atuais, em razão da negociação antecipada.

     Já a desvalorização cambial elevou os preços dos insumos agropecuários, pressionando as margens.

     No caso dos pecuaristas, apesar da valorização da carne bovina, as altas dos grãos pressionaram para cima o valor da ração. Os animais de reposição (bezerro e boi magro), que estão em patamares historicamente altos, também ajudaram a achatar a margem do pecuarista. Com informações da assessoria de comunicação da CNA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA