Com foco do produtor na colheita, mercado de soja deve ter mais um dia lento

100

    Porto Alegre, 12 de março de 2021 – O mercado brasileiro de soja deve ter mais um dia de poucos negócios e de preços perto da estabilidade, após dois dias de queda. O dólar tenta recuperação, mas Chicago recua. Com a recente queda dos patamares nominais, os produtores deverão continuar de fora da comercialização, priorizando os trabalhos de colheita, que seguem prejudicados pelo excesso de chuvas.

     Os preços da soja voltaram a cair forte na quinta nas principais praças do país, ignorando a leve alta de Chicago e seguindo a perda acentuada do dólar frente ao real. Mas poucos negócios foram realizados, com os agentes de fora do mercado, resultando em cotações nominais.

     Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou de R$ 174,00 para R$ 169,00. Na região das Missões, a cotação baixou de R$ 173,00 para R$ 168,00. No porto de Rio Grande, o preço caiu de R$ 178,00 para R$ 171,50.

     Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 162,00 para R$ 158,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca despencou de R$ 173,00 para R$ 169,00.

     Em Rondonópolis (MT), a saca caiu de R$ 171,50 para R$ 164,00. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 157,00 para R$ 154,00. Em Rio Verde (GO), a saca ficou em R$ 161,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em maio operam com baixa de 0,6%, cotados a US$ 14,05 por bushel.

* Após a recuperação de ontem, o mercado retoma a recente rotina de perdas.

* Neste contexto, o contrato maio do grão acumula retração semanal de cerca de 1,5% neste momento.

PRÊMIOS

* O prêmio em Paranaguá para março ficou em 30 a 5 abaixo de Chicago. Para abril/maio, o prêmio é de 14 a 6 pontos abaixo.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,64% a R$ 5,576.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram em alta. Xangai, +0,47%. Tóquio, +1,73%.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,12%; e Londres, -0,74%.

* O petróleo opera em baixa. Abril do WTI em NY: US$ 65,88 o barril (-0,21%).

* O Dollar Index registra alta de 0,53%, a 91,90 pontos.

AGENDA

– EUA: O índice de preços ao produtor de fevereiro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Evolução da colheita de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA