Custos de produção do frango de corte sobem 41,4% no ano – Embrapa

697

     Porto Alegre, 22 de dezembro de 2020 – Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS (embrapa.br/suínos-e-aves/cias), a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa subiram pelo quinto mês consecutivo.

     O ICPFrango fechou novembro nos 345,57 pontos, +5,11% em comparação a outubro. Também é o novo recorde nominal do índice criado em 2011 pela Embrapa e Conab para medir a variação mensal dos custos de produção.

     O ICPFrango acumula agora 41,44% de alta em 2020 (e 41,43% nos últimos 12 meses). A nutrição das aves (3,64%) foi o item que mais subiu no mês passado. Com isso, o custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná passou dos R$ 4,25 em outubro para R$ 4,47 em novembro.

     Os estados de Santa Catarina e Paraná são usados como referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente. As informações partem da Embrapa Suínos e Aves.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA