Café sobe em NY, voltando acima de US$ 1,50, com preocupação com clima Brasil

72

     Porto Alegre, 25 de maio de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços mais altos.

     Em mais uma sessão volátil, as cotações foram sustentadas pela preocupação com o clima seco no Brasil. As informações dão conta de que as chuvas registradas seguem insuficientes e continua grande a apreensão com a falta de umidade com vistas à safra futura de 2022. Além disso, atrasos nos embarques colombianos diante da onda de protestos contra a reforma tributária proposta pelo governo seguem no foco dos traders, o que contribui para a sustentação.

     Tecnicamente, o mercado rompeu a importante linha técnica e psicológica de US$ 1,50 a libra-peso. Mas, fechou bem abaixo das máximas do dia, buscando reacomodação.

     Os contratos com entrega em julho/2021 fecharam o dia a 150,50 centavos de dólar por libra-peso, alta de 1,50 centavo, ou de 1,0%. A posição setembro/2021 fechou a 152,45 centavos, alta de 1,45 centavo, ou de 1,0%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA