Futuros do petróleo fecham em queda antes de dados de EUA

123

   Porto Alegre, 22 de junho de 2021 – Os preços dos contratos futuros de

petróleo fecharam a sessão em queda, depois dos ganhos fortes de ontem, com osinvestidores à espera dos dados semanais sobre estoques e produção de petróleo dos Estados Unidos.

   A produção doméstica de petróleo norte-americano cresceu em 200 mil barris por dia (bpd) nas últimas duas semanas, para 11,2 milhões de bpd, maior nível em um ano. Segundo analistas, outra alta nos dados de amanhã pode confirmar uma tendência em direção ao aumento da oferta.

   “Depois de registrar ganhos de 2% na sessão anterior e alcançar novos máximos de vários anos, os otimistas do petróleo estão parando para respirar”, de acordo com a analista da Oanda, Sophie Griffiths.

   Segundo ela, o petróleo tem sido impulsionado pelo aumento das expectativas de demanda, à medida que as economias reabrem. “A demanda de combustível está aumentando à medida que os níveis de tráfego aumentam e as viagens internacionais aumentam”, acrescentou.

   No que diz respeito aos fatores contrários, Griffiths destacou que a possibilidade de o petróleo iraniano voltar aos mercados diminuiu após a eleição do presidente Ebrahim Raisi, um juiz linha-dura que já estava sob sanção dos Estados Unidos antes de assumir o cargo.

   O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para julho – que expirou hoje – caiu 0,81%, cotado a US$ 73,06 o barril, enquanto o contrato para agosto teve queda de 0,37%, para US$ 72,85. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para agosto recuou 0,12%, cotado a US$ 74,81 o barril.

     As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA