IBC-BR sobe 0,60% em julho ante junho – BC

93
Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte, em lote doado pela Prefeitura de Brasília, em outubro de 1967

     Porto Alegre, 15 de setembro de 2021 – O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central avançou 0,60% em julho em relação a junho, indo a 143,35 pontos. Com isso, o resultado superou a mediana das expectativas calculada pelo Termômetro CMA, de +0,40%.

     Nos dados sem ajuste sazonal, o IBC-Br atingiu 140,52 pontos, alta de 5,53% na comparação com o mesmo mês de 2020, ficando além da previsão do mercado, que esperava alta de 4,5%.

     Com isso, o indicador acumulou perdas de -0,02% no terceiro trimestre de 2021 e ganhos de 6,80% no ano. No acumulado em 12 meses até julho, o IBC-Br registrou ganho de 3,26%.

     O indicador calculado pelo BC tem o objetivo de antecipar avaliações sobre o Produto Interno Bruto (PIB). As informações são da Agência CMA.

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA