IGP-10 tem deflação de 0,31% em outubro – Bovinos caem 4,11%

120

     Porto Alegre, 15 de outubro de 2021 – O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) caiu 0,31% em outubro. No mês anterior, o índice havia registrado taxa de -0,37%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 16,08% no ano e de 22,53% em 12 meses. Em outubro de 2020, o índice subira 3,20% no mês e acumulava elevação de 19,85% em 12 meses.

     “O preço do minério de ferro registrou nova queda, agora de 19,46% e, mais uma vez, manteve a taxa do IGP-10 em terreno negativo. Milho (-4,99%) e bovinos (-4,11%) também registraram taxas negativas o que contribuiu para o arrefecimento das pressões inflacionárias ao produtor. Já os preços ao consumidor seguem sob forte influência dos aumentos registrados para energia elétrica e combustíveis”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

     O índice do grupo Matérias-Primas Brutas passou de -5,01% em setembro para -4,62% em outubro. As principais contribuições para esta taxa menos negativa partiram dos seguintes itens: minério de ferro (-22,17% para -19,46%), cana-de-açúcar (1,17% para 3,16%) e mandioca/aipim (2,61% para 10,80%). Em sentido descendente, os movimentos mais relevantes ocorreram nos itens milho em grão (0,52% para -4,99%), soja em grão (2,47% para -0,16%) e bovinos (-0,42% para -4,11%). As informações são da Fundação Getúlio Vargas.

     Revisão: Rodrigo Ramos / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA