Milho despenca em Chicago com cancelamento de compras por parte da China

117

Porto Alegre, 25 de maio de 2021 – A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão de hoje com preços acentuadamente mais baixos. O mercado já vinha pressionado pelo clima favorável ao desenvolvimento das lavouras no cinturão produtor norte-americano, com boas condições de umidade. O bom avanço do plantio no país também atuou positivamente. A queda foi acentuada a partir da notícia de que a China cancelou compras de grãos dos Estados Unidos, visando adquirir o produto da safra nova, mais adiante neste ano.

No Brasil, após as chuvas do final de semana, a tendência é de novas precipitações no curto prazo, o que pode atenuar um pouco o quadro de estresse hídrico enfrentado pelas lavouras da segunda safra.

Os contratos de milho com entrega em julho/21 fecharam a US$ 6,20 1/4, baixa de 37,00 centavos de dólar, ou 5,62%, em relação ao fechamento anterior. A posição setembro de 2021 fechou a sessão a US$ 5,41 1/4 por bushel, recuo de 27,25 centavos de dólar, ou 4,79%, em relação ao fechamento anterior.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA