Moagem de cana acumulada da safra 2020/21 alcança 598,12 mi t

170

     Porto Alegre, 24 de fevereiro de 2021 – A produção de etanol de milho segue em destaque no início de fevereiro. Na primeira metade do mês, dos 133,57 milhões de litros produzidos pelas unidades da

região Centro-Sul, 110,88 milhões de litros referem-se ao etanol de milho.

    Conforme relatório da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA), a moagem na primeira quinzena de janeiro, por sua vez, somou apenas 486,89 mil toneladas e a produção de açúcar totalizou apenas 21,35 mil toneladas.

    Até o final da primeira quinzena do mês, estavam em operação 3 unidades produtoras com processamento de cana-de-açúcar, 5 unidades com fabricação exclusiva de etanol de milho e outras 2

usinas processando ambas as matérias-primas.

    No acumulado desde o início da safra 2020/2021 até 16 de fevereiro, a moagem atingiu 598,12 milhões de toneladas, 3,22% superior às 579,47 milhões de toneladas verificadas no mesmo período do ciclo passado. O crescimento da produção de açúcar foi ainda maior: 44,25%, com 38,21 milhões de toneladas fabricados no atual ciclo ante os 26,49 milhões de toneladas fabricados no mesmo período da safra 2019/2020.

    Já a produção de etanol (29,68 bilhões de litros) registra queda de 8,54% até a mesma data da safra 2019/2020 (32,45 bilhões de litros), sendo 19,97 bilhões de litros de etanol hidratado e 9,71 bilhões

de litros de etanol anidro.

     As informações partem da assessoria de imprensa da UNICA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA