Petrobras rebate Bolsonaro e nega redução de preços nos combustíveis

181

     Porto Alegre, 6 de dezembro de 2021 – A Petrobras, em relação às declarações do presidente Jair Bolsonaro a respeito de expectativa de novos reajustes nos preços de combustíveis, disse que não antecipa decisões de reajuste e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado.

     Em entrevista ao portal Poder 360, neste domingo (5) ele disse que a Petrobras começará a anunciar diminuição no preço dos combustíveis a partir desta semana e seguindo por algumas semanas, sem dar detalhes sobre quanto será o percentual de redução.

     “A Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais”, disse a estatal, em comunicado. “Ajustes de preços de produtos são realizados no curso normal de seus negócios e seguem as suas políticas comerciais vigentes”, acrescentou.

     A empresa disse que “monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais” e que disponibiliza a informação sobre preços no Canal Cliente (www.canalcliente.com.br ) e, aos demais públicos de interesse, por meio do site www.agenciapetrobras.com.br.

     “Em atendimento à Resolução 795/2019 da Agência Nacional do Petróleo (ANP), a companhia também divulga a tabela de preços atualizada por localidade e modalidade de venda em seu site www.petrobras.com.br.” As informações são da Agência CMA.

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA