Preço gaúcho de arroz está estável, mas com viés baixista

106

     Porto Alegre, 16 de abril de 2021 – A primeira quinzena de abril encerrou com preços praticamente estáveis para o arroz gaúcho, principal referencial nacional. Na média do Rio Grande do Sul, a saca de 50 quilos do arroz em casca encerrou cotada a R$ 87,30 no dia 15, queda de 0,11% em relação a semana passada. Ainda tinha alta de 1,28% frente ao mês anterior e elevação de 59,38% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

     “Sem grandes novidades no mercado, os preços seguem pouco alterados em todo o país”, destaca o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana. “A demanda firme, porém, não tão alta quanto na temporada passada, mantém as indicações acima de R$ 86,00 por saca na grande maioria das praças de negociação no Rio Grande do Sul”, ressalta.

     O viés para as próximas semanas, entretanto, é de queda nos preços. “É esperado que os preços cedam durante as próximas semanas, com o suporte cambial podendo segurar as indicações em caso de altas do dólar frente ao real”, pondera. “Sem este movimento cambial, a pressão de oferta e perdas de competitividade do produto brasileiro no mercado internacional devem confirmar o viés baixista”, finaliza.

     A colheita gaúcha do arroz se encaminha para o seu término. Nesta semana, os produtores orizícolas atingiram 771.374 ha dos 945.940 ha semeados no Rio Grande do Sul. Isso significa que 81,55% da área total já foi colhida, faltando pouco mais de 18 pontos percentuais para a conclusão dos trabalhos. Os dados foram divulgados pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga).

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA