Preços cedem com iminente entrada da safra gaúcha

65

     Porto Alegre, 12 de fevereiro de 2021 – Os preços gaúchos do arroz mostraram fraqueza nesta segunda semana de fevereiro. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana, os compradores estão mais retraídos, à espera da entrada da safra gaúcha nas próximas semanas.

     Na média do Rio Grande do Sul, principal referencial nacional, a saca de 50 quilos de arroz em casca encerrou cotada a R$ 88,25 nesta quinta-feira (11), ante R$ 89,25 no dia 4. Frente ao mesmo período do mês anterior, há queda de 5,11% frente ao mês anterior. Na comparação com igual momento do ano passado, ainda tem alta de 71,26%.

      A semeadura da safra de arroz 2020/2021 totalizou 944.841 hectares no RS. A informação foi divulgada pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) durante a 31ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz. A área semeada representa um crescimento de 1,2% em relação à área colhida na safra passada (933.168). Entre as cultivares mais utilizadas, 64,75% foram desenvolvidas pela Divisão de Pesquisa da autarquia. A IRGA 424 RI foi a mais utilizada, representando 51,42% deste total: mais de 485 mil hectares no RS. Em relação à soja em áreas de rotação com arroz, o crescimento foi de 7,4%, totalizando 366.409 ha semeados nesta safra. As informações são do Irga.

     O quinto levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra brasileira 2020/21 de arroz indica produção de 10,935 milhões de toneladas, o que representa um decréscimo de 2,2% sobre as 11,183 milhões de toneladas de 2019/20. No quarto levantamento, eram esperadas 10,904 milhões de toneladas.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA