Preços do café sobem no mercado físico nesta quinta

133

     Porto Alegre, 7 de outubro de 2021 – Os preços do café deverão apresentar boa valorização nas referências nesta quinta, acompanhando a alta do dólar e de Nova York. A movimentação pode melhorar, mas segue prejudicada pela distância entre as bases de compra e venda.

     O mercado registrou preços em alta nas principais regiões produtoras de arábica na quarta-feira. No entanto, com a falta de um direcionamento mais claro tanto do câmbio como das cotações futuras em Nova York, as ideias de compra e venda ficaram bem distantes, travando os negócios.

     No cerrado mineiro, houve procura um pouco mais pronunciada para os cafés finos, puxando os preços. Já no Espírito Santo, uma boa demanda para os cafés robusta por parte da indústria doméstica foi notada.

     Assim, no sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação terminou o dia em R$ 1.150,00/1.155,00 a saca, ante R$ 1.140,00/1.150,00 ontem. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 1.160,00/1.170,00 a saca, contra R$

1.150,00/1.160,00 a saca ontem.

     Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 1.060,00/1.065,00 a saca, contra R$ 1.050,00/1.060,00 a saca na terça. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, ficou em R$ 820,00/825,00 a saca, estável.

NOVA YORK

* Os contratos com entrega em dezembro registram valorização de 2,06% na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 197,40 centavos de dólar por libra-peso.

* O mercado estende o tom positivo da última sessão. Fatores técnicos e cobertura de posições vendidas garantem suporte aos preços.

CÂMBIO

*O dólar comercial registra alta de 0,25% a R$ 5,500. O Dollar Index registra baixa de 0,08% a 94,20 pontos.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram em alta. Xangai, feriado. Tóquio, +0,54%.

* As principais bolsas na Europa registram índices mais altos. Paris, +1,57%. Londres, +1,19%.

* O petróleo opera em baixa. Novembro do WTI em NY: US$ 76,95 o barril

(-0,49%).

AGENDA

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (8/10)

– Alemanha: O resultado da balança comercial e do balanço de pagamentos de agosto será publicado às 3h pelo Destatis.

– INPC e IPCA de setembro – IBGE, 9hs.

– Atualização da evolução das lavouras argentinas e levantamento mensal – Ministério da Agricultura, na parte da manhã.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a setembro serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA