Preços do trigo sobem no Brasil e disparam em Chicago em abril

121

Porto Alegre, 30 de abril de 2021 – Os preços do trigo subiram 3,13% no mercado brasileiro em abril. A variação acompanhou a forte alta das cotações no mercado internacional, com destaque para a Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT), que subia, até o meio dia desta sexta-feira (30), mais de 19% no acumulado mensal.

A disparada do trigo soft em Chicago foi movida, principalmente pelo clima adverso ao trigo nos Estados Unidos, e ao milho e à soja, tanto nos EUA, quanto no Brasil. O mercado repercutiu sinais de aumento da procura internacional por grãos, ao mesmo tempo que a oferta se mostrava escassa. Na Bolsa de Kansas, que negocia trigo hard, os preços subiram 23,3% em abril.

Na Argentina, principal fornecedor de trigo ao Brasil, os preços oscilaram bastante em abril, chegando a cair, em meio à pressa dos produtores de exportar o produto. Há temores de que o governo do país vizinho restrinja as exportações do grão. Por outro lado, a restrição da oferta à medida que avanço a comercialização, e a valorização das bolsas internacionais fez com que os preços terminassem abril em níveis quase 9% mais altos na comparação com o mês anterior e 25% superiores a igual período do ano passado.

Os preços brasileiros subiram 3,13% em abril e estão 37,5% acima dos praticados um ano atrás. Em Chicago, a variação anual é de 39%, com os preços ficando nos maiores níveis em mais de oito anos.

Oferta global

O relatório de oferta e demanda de abril do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) trouxe novos números para a safra 2020/21 de trigo global. A safra mundial de trigo em 2020/21 é estimada em 776,49 milhões de toneladas, contra 776,78 milhões de toneladas em março. Para 2019/20, o número ficou em 763,86 milhões de toneladas.

Os estoques finais globais em 2020/21 foram estimados em 295,52 milhões de toneladas, abaixo das 301,19 milhões de toneladas estimadas no mês passado. O mercado esperava 301,7 milhões de toneladas. Para 2019/20, as reservas finais são previstas em 300,04 milhões de toneladas.

O Conselho Internacional de Grãos (CIG) indicou projeção para a safra global de grãos em 2021/22 em 2,287 bilhões de toneladas. No mês passado, a produção para a próxima temporada foi estimada em 2,287 bilhões de toneladas. A safra 2020/21 teve sua estimativa em 2,226 bilhões de toneladas.

Conforme o CIG, a produção de trigo é estimada em 790 milhões de toneladas, mesmo volume de março. Para a temporada anterior, o Conselho projetou 774 milhões de toneladas.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA