Preços futuros do petróleo acumularam perdas na semana sob pressão do Irã

134

    Porto Alegre, 21 de maio de 2021 – Os preços dos contratos futuros de petróleo terminaram a sessão com mais de 2% de alta, embalados pela perspectiva de recuperação da demanda com a reabertura econômica na Europa e nos Estados Unidos. Na semana, no entanto, acumularam fortes perdas provocadas por sinais de aumento da oferta.

   “O curinga do mercado é o Irã e o que a possibilidade de retorno aos mercados pode significar para o abastecimento. Além disso, o dólar terá sua parte a desempenhar, já que uma queda do da moeda norte-americana seria outro impulso para o mercado”, disse o analista da FX Empire, Christopher Lewis, sobre as próximas sessões.

   Estados Unidos e Irã deram novo passos nesta semana em busca de um terreno comum para reativar o acordo nuclear de 2015. Uma fonte da delegação russa que participou de uma reunião sobre o assunto na quarta-feira disse que as chances para que isso ocorra são grandes, embora não haja prazo. 

   Se os Estados Unidos voltarem ao acordo nuclear iraniano, as sanções impostas a Teerã devem ser suspensas e mais petróleo do Irã deve retornar ao mercado, que ainda se recupera dos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a demanda.

   Ainda assim, os investidores continuaram otimistas com a recuperação da demanda por combustível no verão no hemisfério norte, já que os programas de vacinação contra a covid-19 na Europa e nos Estados Unidos permitiriam que mais pessoas viajassem, embora o aumento de casos em partes da Ásia esteja alimentando algumas preocupações.

   Com isso, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para julho subia 2,47%, cotado a US$ 63,58 o barril, mas encerrou a semana com perda de 2,74%. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para julho avançou 2,04%, cotado a US$ 66,44 o barril, acumulando perda semanal de 3,30%.

     As informações partem da Agência CMA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA