Previsão de superávit comercial em 2021 sobe para US$ 68,8 bi – Focus

146
Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte, em lote doado pela Prefeitura de Brasília, em outubro de 1967

     Porto Alegre, 28 de junho de 2021 – Os economistas consultados pelo Banco Central elevaram a previsão para o superávit da balança comercial brasileira em 2021 pela segunda semana seguida, para US$ 68,8 bilhões, de US$ 68,7 bilhões antes, de acordo com o relatório de mercado Focus.

     Para 2022, a estimativa de saldo comercial positivo foi reduzida de US$ 60,35 bilhões para US$ 60 bilhões. Para 2023 as previsões foram cortadas de US$ 63,38 bilhões para US$ 61,08 bilhões. Já para 2024, a projeção caiu de US$ 64,15 bilhões e US$ 61,20 bilhões.

     Em relação ao saldo da conta corrente, a previsão para 2021 passou de -US$ 540 milhões para -US$ 270 milhões; para 2022, a previsão foi mantida em -US$ 18,51 bilhões; para 2023, a projeção passou -US$ 22 bilhões para -US$ 22,5 bilhões, e em 2024, a previsão de saldo negativo das transações correntes passou de -US$ 0 bilhões para -US$ 41 bilhões.

     Por fim, a previsão para o ingresso de recursos externos no âmbito do Investimento Direto no País (IDP) em 2021 foi reduzida a US$ 58 bilhões, de US$ 58,15 bilhões na semana anterior. Para 2022, 2023 e 2024, as projeções foram elevadas para US$ 69,75 bilhões, US$ 72 bilhões e US$ 77,90 bilhões, de US$ 66,99 bilhões, US$ 70 bilhões e US$ 71,82 bilhões, respectivamente. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA