Rural Clima aponta indícios de formação de geadas no RS, SC, PR e SP

148

     Porto Alegre, 19 de julho de 2021 – O grande destaque da semana é o frio. A massa de ar polar que avançou desde ontem sobre o Centro-Sul do Brasil provoca queda brusca das temperaturas em grande parte das regiões produtoras do RS, SC, PR, SP e MS. Muitas cidades do Paraná registraram temperaturas abaixo de 2 graus, como Ponta Porã, Maringá e Londrina. Segundo o meteorologista, Marco Antônio dos Santos, da Rural Clima, há formação de geadas. Em Cascavel a sensação termina ficou em -5 graus.

     “Portanto, há, sim, formação de geadas em várias regiões produtoras, incluindo até mesmo o estado de São Paulo. Na região de Presidente Prudente, as temperaturas estão por volta dos 4 graus. No início da manhã, a temperatura em Itapeva, no sul de SP, era de 1,2 grau”, informou Santos, acrescentando que ainda não há fotos ou relatos das geadas, mas que ao longo do dia essas informações serão confirmadas, com impactos sobre as culturas de café, cana-de-açúcar e trigo.

     As temperaturas extremamente baixas ainda não atingiram o oeste de SP e o Triângulo Mineiro, mas há temperaturas baixas no sul de MG. Com isso, há possibilidades de formação de geadas tanto em São Paulo como no extremo sul de MG. Além disso, o sul do MS já apresenta alguns pontos de formação de geadas. Em Ponta Porã, tinha temperatura de 3,5 graus às 6h30min.

     Essa massa de ar polar ainda permanecerá nessa terça-feira, levando ao declínio ainda mais acentuado das temperaturas em grande parte das regiões produtoras do Sul, Sudeste e partes do Centro-Oeste. No entanto, o centro de alta pressão é bem menor do que aquele registrado há 15 dias, 20 dias atrás, na virada de junho para julho. “Mas é fato que teremos novos episódios de geadas nesse início de semana. Há possibilidade que área de café e cana venham a sofrer novos impactos, podendo afetar a produtividade”, aponta o meteorologista. Segundo ele isso pode acontecer também com o trigo, já que o norte do Paraná apresenta temperaturas bem baixas.

     Com relação a chuvas, essa massa de ar polar impedirá a formação de nuvens de chuvas ao longo de toda essa semana. Não há previsões de que venham ocorrer chuvas, a não ser nas regiões litorâneas do Norte e do Nordeste. No entanto, a partir do dia 25 um novo centro de baixa pressão – frente fria – estará avançando sobre o sul do Brasil, organizando as linhas de instabilidade e levando chuvas a grande parte das regiões produtoras do RS, SC e PR, além de áreas no sul do MS. Na virada do mês este sistema poderá ganhar um pouco mais de força e ocasionar chuvas em grande parte das regiões produtoras de SP, SUL DE MG, MS, extremo sul do Goiás e Triângulo Mineiro.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA