TMG e PlantArcBio anunciam parceria para controle do bicudo do algodão

199

     Porto Alegre, 9 de julho de 2021 – A TMG – Tropical Melhoramento e Genética, empresa brasileira dedicada à genética e melhoramento de plantas de soja, algodão e milho, e a PlantArcBio, empresa israelense de descoberta de genes Ag-Bio, vão desenvolver uma nova colaboração global em P&D com o objetivo de produzir algodão resistente ao bicudo do algodão (Anthonomus grandis) usando tecnologia RNAi.

     Por meio da descoberta e do desenvolvimento da tecnologia RNAi para o controle do bicudo do algodão, o projeto visa combinar a experiência da PlantArcBio em produtos à base de RNAi e a experiência da TMG em melhoramento genético e comercialização de soluções genéticas para algodão. 

     Com a parceria, a TMG espera desenvolver e entregar com a PlantArcBio uma solução biológica como mais uma ferramenta para resolver o problema do bicudo do algodão no Brasil e mercados adjacentes. “Esta nova iniciativa de pesquisa será uma parte importante da nossa missão de contribuir com a demanda mundial por alimentos e fibras de uma forma sustentável, que possa beneficiar não apenas os produtores, mas todo o ecossistema”, declara Francisco Soares, diretor presidente da TMG. 

     O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de algodão e o segundo maior exportador da pluma. Todos os recursos tecnológicos e pesquisas utilizadas no melhoramento genético têm permitido a expansão da cultura do algodão no país. No entanto, o agricultor brasileiro enfrenta grandes dificuldades no controle do bicudo-do-algodoeiro, demandando elevado número de aplicações de inseticidas e aumentando os danos ao meio ambiente. 

     “Aproveitando as fortes capacidades de ambas as empresas, podemos desenvolver esta solução para lidar com a praga. Essa tecnologia será 100% biológica e dirigida de forma diferenciada contra o bicudo-do-algodoeiro, sem agredir o meio ambiente, o produtor e o consumidor final. As soluções baseadas em RNAi são a próxima revolução agrícola e estamos na vanguarda”, destaca o Co-CEO da PlantArcBio, Dror Shalitin. As informações são da assessoria de imprensa. 

     Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA