USDA estima superávit global de açúcar de 11,1 mi t para 2021/22

228

     Porto Alegre, 26 de maio de 2021 – A produção global de açúcar deverá crescer para 185,537 milhões de toneladas na temporada 2021/22, ante 179,855 milhões de toneladas em 2020/21, ou 3%, conforme estimativa do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     Em seu relatório semestral de acompanhamento do mercado internacional de açúcar, o USDA projetou que a demanda global do adoçante totalizará 174,408 milhões de toneladas em 2021/22, um novo recorde, ante as 171,802 milhões de toneladas apontadas para 2020/21 (alta de 1,5%).

     Assim, o mercado internacional de açúcar terá que lidar com um excedente de oferta de 11,13 milhões de toneladas em 2021/22, após superávit de 8,05 milhões de toneladas em 2020/21.

     Conforme o USDA, a maior produção na União Europeia, India e Tailândia mais do que compensará o declínio previsto para o Brasil. O país sul-americano deverá produzir 39,92 milhões de toneladas em 2021/22 após o recorde de 42,05 milhões de toneladas registrado na temporada anterior. Uma menor disponibilidade de cana para moagem provocará a queda de 5% na produção de açúcar brasileira estimada pelo USDA.

     O clima seco desfavorável ao desenvolvimento dos canaviais e a incidência de incêndios nos campos reduziram os volumes. Além disso, os preços estáveis dos grãos estimularam a migração de áreas marginais de cana para o cultivo de soja e milho. Espera-se que o mix de produção de açúcar / etanol seja semelhante ao da safra anterior, com 46,5% da cana direcionada ao açúcar e 53,5% ao etanol. Como resultado, os estoques devem mais do que dobrar, enquanto as exportações diminuirão em relação ao recorde do ano passado, mas ainda assim deverão ser as segundas maiores já registradas.

     Na India, a produção de açúcar deverá aumentar de 33,76 milhões de toneladas em 2020 para 34,7 milhões em 2021, assumindo condições climáticas favoráveis. Na Tailândia, a produção deve aumentar de 7,57 milhões de toneladas para 10,6 milhões de toneladas. Na União Europeia, a produção estimada para 2021/22 é de 15,8 milhões de toneladas, ante 14,717 milhões de toneladas em 2020/21.

     O consumo de açúcar da India é projetado em um recorde de 28,5 milhões de toneladas em 2021/22, ante 28,0 milhões de toneladas, com a expectativa de que a economia se recupere da pandemia a partir de outubro. Porém, os estoques domésticos deverão crescer 8% por conta da forte elevação na produção.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA