USDA indica área de soja abaixo do esperado nos EUA e impulsiona Chicago

911

     Porto Alegre, 30 de junho de 2021 – Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quarta-feira com preços em forte alta. O mercado foi impulsionado pelos dados divulgados no início da tarde pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     O Departamento surpreendeu ao indicar área plantada estável na comparação com a intenção de plantio, número abaixo do esperado pelo mercado. Os estoques trimestrais também vieram abaixo das estimativas e completaram o cenário positivo.

     A área plantada com soja nos Estados Unidos em 2021 deverá totalizar 87,6 milhões de acres. Se confirmada, a área ficará 5% acima do total cultivado no ano passado.

     O número ficou abaixo da expectativa do mercado, que era de 89,15 milhões de acres. O número repete a estimativa do relatório de intenção de plantio, divulgado em março pelo USDA. Na comparação com o ano passado, a área deverá ser igual ou maior em 28 dos 29 estados produtores do país.

     Os estoques trimestrais de soja em grão dos Estados Unidos, na posição 1o de junho, totalizaram 767 milhões de bushels. O volume estocado recuou 44% na comparação com igual período de 2020. O número ficou abaixo da expectativa do mercado, de 795 milhões de bushels.

     Os contratos da soja em grão com entrega em agosto fecharam com alta de 90,25 centavos de dólar por bushel ou 6,73% a US$ 14,30 por bushel. A posição novembro teve cotação de US$ 13,99 por bushel, com ganho de 86,50 centavos ou 6,59%.

     Nos subprodutos, a posição agosto do farelo subiu US$ 27,10 ou 7,73% a US$ 377,50 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em agosto fecharam a 63,42 centavos de dólar, ganho de 1,26 centavos ou 2,02%.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA