Volume de açúcar programado para exportação segue próximo de 2 mi t

170

     Porto Alegre, 15 de outubro de 2021 – O total de navios que aguarda para embarcar açúcar nos portos brasileiros estava em 50 na semana encerrada em 13 de outubro, ante 53 na semana anterior (06), de acordo com levantamento realizado pela agência marítima Williams Brasil. Conforme o relatório, foi agendado carregamento de 1,709 milhão de toneladas de açúcar, ante 1,779 milhão de toneladas na semana anterior.

   Pelo Porto de Santos (SP) deve ser carregada a maior parte (889.471 toneladas). Depois aparecem o porto de Paranaguá, no Paraná (705.369 toneladas), Maceió, nas Alagoas (64.900 toneladas) e Recife, em Pernambuco (50 mil toneladas). A carga de açúcar a ser exportada consiste da variedade VHP (1.475.558 toneladas), Cristal B150 (139.249 toneladas) e Refinado A-45 (100.933 toneladas). O relatório da agência leva em conta as embarcações já ancoradas, as que estão em largo esperando atracação e ainda as com previsão de chegada até o dia 19 de novembro.

Moagem de cana

   Conforme relatório de acompanhamento da safra da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA), o volume de cana moída na safra 2021/22 caiu 6,86% no Centro-Sul, atingindo 467,439 milhões de toneladas entre 01 de abril e 01 de outubro, ante 501,875 milhões de toneladas no mesmo período de 2020/21.

    Já a produção de açúcar recuou 8,95%, totalizando 29,188 milhões de toneladas, contra 32,055 milhões. A produção de etanol total caiu 3,29%, atingindo 22,788 bilhões de litros. Já a produção de anidro aumentou 24,43%, para 8,898 bilhões de litros, enquanto a de hidratado diminuiu 15,37%, para 13,891 bilhões de litros.

    A proporção de cana colhida direcionada para a produção de açúcar na safra 2021/22 está em 45,92%, ante 46,92% na temporada passada. Já o mix do etanol aumentou de 53,08% para 54,08%.

    Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA