Volume de etanol comercializado pelas usinas diminui 25%, diz UNICA

151

     Porto Alegre, 24 de novembro de 2021 – Na primeira metade de novembro, as unidades produtoras do Centro-Sul comercializaram um total de 988 milhões de litros de etanol, registrando retração de 25,56% em relação ao mesmo período da safra 2020/2021, conforme dados da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA). Do total comercializado no período, 43,84 milhões de litros foram destinados para o mercado externo e 944,31 milhões de litros vendidos domesticamente.

   No mercado interno, as vendas de etanol hidratado alcançaram 538,85 milhões de litros, mantendo a trajetória de retração que, na última quinzena, foi de 32,09% sobre o montante apurado no mesmo período da última safra (793,47 milhões de litros). A quantidade comercializada de etanol anidro inicia o mês de novembro com acréscimo de 2,77% na comparação com o ano anterior, com 405,46 milhões de litros vendidos em 2021 ante 394,52 milhões de litros em 2020.

    “A dinâmica de mercado observada nas últimas quinzenas já era esperada. A perda de competitividade econômica do etanol hidratado tem promovido redução no consumo do renovável e já equacionou o equilíbrio

de oferta e demanda. Essa condição, associada ao menor consumo de combustíveis leves, tem promovido quedas sucessivas no valor do hidratado recebido pelos produtores, que tem se reduzido nas últimas três semanas”, comentou o diretor-executivo da UNICA, Antônio Padua Rodrigues.

   De acordo com o executivo, “a queda de preço do etanol hidratado também tem promovido redução no valor do etanol anidro, pois os contratos de venda do produto vinculam o seu preço àqueles praticados para o hidratado. Essa condição indica que o aditivo pode contribuir para a redução do preço da gasolina e, em termos de volume, temos condição de atender a migração para o consumo de gasolina com os estoques de anidro nos produtores, com a produção a ser realizada até março e com a importação do biocombustível que vem sendo observada”

   No acumulado desde o início da safra até a primeira quinzena de novembro, o volume de etanol comercializado pelas empresas do Centro-Sul apresenta uma retração de 6,37%, com cerca de 17,91 bilhões de litros vendidos. Desse total, 1,04 bilhão de litros foram destinados à exportação (queda de 46,57%) e 16,87 bilhões ao mercado interno (queda de 1,83%). Do total comercializado domesticamente, o etanol anidro representou 6,40 bilhões de litros (aumento de 20,46%) e o etanol hidratado corresponde a 10,48 bilhões de litros (queda de 11,80%).

   “Apesar das condições adversas de oferta de cana-de-açúcar, o setor já ampliou a comercialização de etanol anidro em 20%. A preservação das regras permite que os mecanismos de mercados sejam efetivos e oferecem aos agentes condições para um melhor planejamento, garantindo maior segurança ao abastecimento”, concluiu o diretor da UNICA.

     As informações partem da assessoria de imprensa da UNICA.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2021 – Grupo CMA